Não seja professor!!!

Por Almirene Sant Anna (Graduada em Letras com especialização em Língua Portuguesa e Psicopedagogia)

O Ministério da Educação, por intermédio de um dos meios de comunicação mais poderoso, tem veiculado uma propaganda convidando os cidadãos brasileiros a serem professores; ele tenta convencer o telespectador de que essa profissão é uma das melhores do mundo, esquecendo que numa pesquisa nacional realizada há alguns meses, o professor era o quinto profissional mais confiável, atrás, pasmem!!!, dos advogados. Então, por que ser professor se tornou agora tão especial? Está faltando esse profissional no mercado? Por que será?

Respondendo a esses questionamentos eu digo:

Não seja professor: esse profissional perdeu a credibilidade de toda a sociedade;

Não seja professor: os empregadores desse profissional não têm o menor respeito por ele, deixam-no amedrontado para lutar pelos seus direitos, acreditando que se fizerem isso terão seu salário cortado, suas férias interrompidas, sua moral em baixa;

Não seja professor: as condições de trabalho desse profissional são as piores possíveis, quando ele tem o material não sabe utilizá-lo, pois não recebeu treinamento para isso e quando sabe, não o tem;

Não seja professor: ele é vítima do aluno, vítima da comunidade, vítima dos pais dos alunos que não acreditam em seu poder nem em sua autonomia para tomar decisões;

Não seja professor: o salário desse profissional em início de carreira é vergonhoso e para o que já tem algum tempo de serviço é desanimador;

Não seja professor: para que esse profissional tenha uma vida decente e possa usufruir de um mínimo de conforto, precisa usar o limite do cartão de crédito ou tomar empréstimo consignado, comprometendo ainda mais o salário injusto;

Não seja professor: a falta de funcionários de apoio e de segurança deixam esse profissional a mercê de todo tipo de indivíduos: armados, drogados, mal-intencionados;

Não seja professor: a carga horária desse profissional, para o tipo de trabalho que exigem dele, é extenuante;

Não seja professor: apesar das propagandas falando sobre a qualidade da educação, o que os governantes querem é quantidade: excesso de alunos em sala de aula e sendo aprovados sem ter conhecimento;

Não seja professor: a família transferiu para o professor a tarefa de educar, aconselhar, transmitir valores, cuidar da saúde física e psíquica, ou seja, o professor não é mais o mediador do conhecimento;

Não seja professor: é sua culpa quando o aluno não aprende, mas não é mérito seu quando ele entra na universidade, o mérito é do “cursinho”;

Não seja professor: ele não tem vida própria, vive em função dos que ditam as leis comportamentais, que só são punitivas se o profissional for PROFESSOR;

Não seja professor: esse profissional está longe de ser a profissão mais valorizada em nosso país, porque dele tiraram toda a dignidade, o prazer de ensinar, o valor, o respeito, a moral e a perspectiva de um mundo melhor.

Ser professor, no Brasil, é menos digno que ser advogado, médico, bombeiro, policial ou estar na vida política. Apesar de nos envergonharmos dos políticos do nosso tempo, somos responsáveis pela formação de todos os profissionais, incluindo esses, mas não somos valorizados por nenhum deles o que tira de nós o desejo de continuar realizando as nossas atividades.Não queremos convites para ser professor; queremos um país digno que respeite e valorize seus profissionais, não apenas inflando seu ego, mas pagando-lhes um salário digno e dando-lhes melhores condições de trabalho, escolas mais equipadas, funcionários de qualidade, segurança e proteção. Queremos que o governo vincule o Bolsa Família à assiduidade e rendimento do aluno, assim a família vai estar mais presente e atuante na escola, as tarefas serão divididas e a sobrecarga do professor diminuirá e ele poderá, realmente, ser um profissional de VALOR.

E você ainda pergunta porque estamos em greve?

Para que todas as pessoas entendam nossos motivos e estejam do nosso lado… repassem este e-mail… Afinal, você precisou de um professor para ler até aqui!!

Publicado em Educação | Deixe um comentário

Jean Charles – Atividade para o 9º ano

Trailler

Sinopse

O filme mostra as experiências de diversos brasileiros que arriscam viver longe de seu país, contando não apenas com seus próprios esforços, mas principalmente com a alegria e criatividade, características do povo brasileiro. Baseado no caso do brasileiro Jean Charles de Menezes (Selton Mello), assassinado no metrô de Londres por agentes do serviço secreto britânico, ao ser confundido com um terrorista. O filme acompanha a vida do eletricista mineiro e de seus primos Alex (Luis Miranda), Patrícia (Patricia Armani) e Vivian (Vanessa Giácomo) em busca do sonho de uma vida melhor.

Atividade

Após ter visto o filme, escreva nos comentários suas impressões sobre a vida do migrante na Europa.

Você deve comentar sobre a recepção que os migrantes do filme receberam, os preconceitos sofridos, principalmente pelos islâmicos, as condições de trabalho a que eles se submetem e as principais dificuldades enfrentadas por Jean Charles e seus amigos.

Publicado em Atividades | Marcado com , , , , , | 38 Comentários

Profa. Amanda Gurgel silencia deputados no RN

Não é novidade pra ninguém que a educação no Brasil é precária. Faltam recursos e valorização para os profissionais da educação. Quando falo de valorização não me refiro somente ao salário. São coisas que vão além disso. Exige-se o máximo do professor e dá-se o mínimo de condições.

A professora Amanda Gurgel calou a boca de vários políticos do Rio Grande do Norte com seu discurso. Entre outras coisas ela mostrou seu contra-cheque com 930 reais de salário-base em cada turno e falou que não tinha vergonha de mostrar seu contra-cheque, quem tem que ter vergonha são os políticos. No Ceará a situação é ainda pior: 650 reais (mais ou menos) é o que um professor graduado recebe por cada turno.

Vejam o vídeo e tenham um pequeno retrato da situação do professor no Brasil.

Publicado em Educação | Marcado com , | Deixe um comentário

A história das coisas

Nesses tempos de informação cada vez mais veloz as coisas ficam velhas cedo demais, inclusive este vídeo que quero compartilhar aqui. Talvez muitos já tenham visto, mas considero um vídeo muito bom e que deve ser visto muitas vezes.

Mostra a ação destruidora do consumismo que é um dos grandes pilares da sociedade capitalista. Faz uma análise da produção, desde a retirada da matéria-prima até a geração do lixo. Vale muito a pena ver o vídeo.

Quem quiser baixar, o vídeo se encontra disponível para download aqui.

Publicado em Geografia | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Montador de caça-palavras

Uma ótima opção para suas atividades é a montagem de um caça-palavras, principalmente quando se trata de Ensino Fundamental, pois estimula a leitura e, de certa forma, aprende-se a correta grafia de certas palavras.

Depois de muito procurar encontrei um montador de caça-palavras bem fácil de se usar. É só clicar aqui e inserir as palavras que você deseja no caça-palavras. Tem várias formas de esconder as palavras (de trás pra frente, de frente pra trás, de cima pra baixo, de baixo pra cima, na diagonal…) tem até a opção de dar formas ao seu caça-palavras (smile, carro etc.). O montador de caça palavras está disponível no site: http://www.lideranca.org/word/palavra.php

A dica que eu deixo aqui é que as palavras não fiquem soltas, mas destacadas dentro de um texto, para estimular a leitura.

Publicado em Atividades | Deixe um comentário